Fotografo: internet
...
ilustração IPVA

O deputado estadual Faissal Calil (PV) apresentou na Assembleia Legislativa de Mato Grosso um anteprojeto de Lei Complementar (Indicação nº 2763/2019) que isenta do imposto a propriedade de veículo impulsionado por gás natural veicular (GNV), combinado com outro combustível.

O gás natural veicular é um derivado de combustíveis fósseis bastante utilizado no Brasil há alguns anos, em especial por motoristas que usam o veículo como ferramenta de trabalho. É um dos mais seguros, mais limpos e menos tóxicos para o meio ambiente. Reduz em 15% a emissão de dióxido de carbono, quando comparado ao etanol, e em 20%, quando comparado à gasolina.

Faissal afirma que “a isenção do IPVA incentiva a aquisição de veículos saudáveis ao meio ambiente, movidos por energia limpa, e causa pouco impacto econômico aos cofres públicos”.

A proposta legislativa vem em momento oportuno, foi aprovado pela Companhia Mato-grossense de Gás (MT Gás) o estudo para a implementação da sociedade entre a estatal local e a boliviana Yacimientos Petroliferos Fiscales Bolivianos (YPFB) e tudo indica que será restabelecido o fornecimento de gás natural sem interrupções ao estado.