Fotografo: Reprodução
...
Sem Legenda

Em tempos que o STF (Supremo Tribunal Federal)  resolve impor censura a sites nacionais, só porque seus “intocáveis” ministros são os personagens de matérias e em que de um dia para o outro o ministro Alexandre Moraes revoga todas as suas decisões anteriores sobre a liberdade d expressão e informação, na cidade de Nobres, vários grupos de watssap se destacam, mas o mais badalado, o mais movimentado e o mais procurado  por centenas de pessoas pedindo para entrar no mesmo.

Essa procura e desejo de participar do grupo de watssap da TV Cidade, se deve pelo fato, do mesmo, ter se tornado um espaço democrático e eclético,  onde seus membros de vez e voz para opinar sobre qualquer assunto, quando alguém ultrapassa os limites do grupo  e descumpre  qualquer regra , os demais membros são consultados se o membro “infrator” deve ser advertido ou removido.

Voltando a falar sobre o espaço democrático e eclético que é o grupo de watssap da TV Cidade, onde todos podem se manifestar as suas opiniões , mesmos estas sendo contrárias a opinião dos demais membros. Ninguém é ameaçado, intimidado ou até mesmo coagido para mudar de opinião só porque este ou aquele “puxa-saco” de plantão quer  que o mesmo mude, só para agradar e ganhar ponto com o chefe.

No grupo da TV Cidade, tem de tudo, tem aquelas pessoas que só ficam “espiando”, outras que interagem de forma sadia e fomentam a opinião e tem ainda aquelas pessoas que gostam de uma “treta” só pra animar o grupo, e quando se encontram na rua, selam a paz e riem dessa “bagunça” sadia, em resumo: no grupo da TV Cidade acontece de tudo, mas todos levam  tudo na esportiva, até quando  um membro ultrapassou a “fronteira” das regras e por pouco não teve que mudar de Nobres, mas isso é outra história e que não vem ao caso agora,

O grupo é administrado pelo jornalista André Godoy (que também atua pelos Sites Agitos Nobres e Rosário Notícias) e pelo empresário Ivan Makoto, proprietário da TV Cidade.

Ah, se a vida real em Rosário Oeste, tivesse apenas um terço da liberdade de expressão do grupo da Tv Cidade, de fato a Imprensa seria  livre e os jornalistas do Rosário Notícias não  trabalhariam de sobre  aviso e ameaças constantes, geralmente feitas por “puxa-sacos” de plantão a mando deste ou daquele político, que se continuarem perturbando  as  nossas “ideais” , tentando nos intimidar e nos calar, não vamos hesitar em revelar as  indenidades, desde dos “garotinhos de recados”  até os mandantes das mesmas. Recado dado!Quem avisa, amigo é!