Fotografo: divulgação
...
informe pedágio

Acontece entre os dias 13 à 15 de setembro em Rosário Oeste, mais uma edição do festival de praia. Conforme amplamente divulgado nas redes sociais, o vereador Zé Cabeludo havia conseguido um emenda no valor de R$ 150.000,00 (Cento e cinquenta mil reais) para ajudar na realização do evento. Veja: http://www.rosarionoticias.com.br/noticias/conteudo/festival-de-praia-2019-sera-realizada-em-rosario-oeste/49185

 

Além desta emenda, a prefeitura de Rosário Oeste também disponibilizou R$ 40.000,00 (Quarenta Mil Reais) para o festival, de acordo com a reportagem do RD NEWS: https://www.rdnews.com.br/curtinhas/3-prefeitos-e-verbas-para-shows/118369

 

Além deste dinheiro, que daria para custear todo o evento, a prefeitura irá cobrar nada menos que R$ 20,00 (Vinte reais) por carro, além de R$ 5,00 (Cinco Reais) por moto, R$ 30,00 (Trinta Reais) por caminhão e R$ 300,00 (Trezentos Reais) por ônibus, por dia.

 

A título de pedágio, a cobrança será feita, e se a pessoa se recusar a pagar, simplesmente não entrará no festival. Mas para onde irá todo esse dinheiro do pedágio? Para pagar caminhão pipa?

 

Além do “pedágio”, foi cobrado de empresários a diária de cada barraca instalada dentro do local do evento.

 

Será que duzentos mil reais não daria para bancar toda a festa e ainda deixar a população se divertir de graça?

 

Falta atuação do Ministério Público nesta cidade.